Projetos sociais e culturais

Projetos sociais e culturais

Nossa Política Social e de Patrocínios tem por objetivo estabelecer critérios para a tomada de decisão na avaliação de investimentos, de apoio e de participação em atividades relacionadas às comunidades e patrocínios.

Conheça alguns projetos culturais apoiados pela Atlas Schindler. (clique aqui):

  • Patrocínio do musical "Hebe": rainha da televisão brasileira, estrela multifacetada é homenageada emgrandioso espetáculo de teatro, música e dança 5 anos após sua morte. Da infância humilde em Taubaté, no interior de São Paulo, ao posto de rainha datelevisão brasileira, Hebe Camargo ganha um musical, baseado na biografaescrita por Arthur Xexéo e com direção de Miguel Falabella, que conta suaescalada profissional e os amores que passaram por sua vida. Embalado pelascanções que marcaram sua carreira de cantora, o espetáculo atravessa oitodécadas nas quais, muitas vezes, os caminhos de Hebe e da TV no Brasil seconfundem.

  • Apoio ao musical "Vamp": Como na novela, exibida em 1991, a trama conta a história de Natasha, uma cantora que vende a alma para Conde Vlad em troca do sucesso na carreira. Ele, apaixonado por sua presa, faz de tudo para conquistá-la, mas com o passar do tempo Natasha só tenta se livrar dele e da maldição de ser vampira para sempre. Para isso, parte em busca do Medalhão do Poder, escondido na cidadezinha litorânea Baía dos Anjos, onde encontra a família do capitão Jonas. Natasha vai até lá com a desculpa de gravar o clipe de uma música, causando comoção na cidade. Vlad descobre seu plano e, para se vingar, transforma o paraíso em uma cidade tomada por vampiros. O final será surpreendente e muito diferente do da novela.

  • Patrocínio do musical "Ayrton Senna":  diz a lenda que Ayrton Senna tinha os ouvidos apuradíssimos. Bastava um som diferente no motor do carro para o ícone da Fórmula 1 apontar a peça que precisava de reparo. Verdade ou mentira, a história caiu como uma luva para os produtores de “Ayrton Senna, o musical”: não haveria outro jeito de a trajetória do piloto ser apresentada no palco. A megaprodução que estreia hoje no Teatro Riachuelo, no Centro, conta (e canta), em 15 músicas inéditas, a vida do ídolo de uma multidão. Em cena, dez acrobatas impõem um ritmo acelerado ao espetáculo, em performances arriscadas.

  • Patrocínio do musical "S’imbora": A vida e a obra de Wilson Simonal, que já inspiraram a literatura e o cinema, ganham agora o palco no espetáculo S’imbora, o Musical – a História de Wilson Simonal. Com texto de Nelson Motta e Patrícia Andrade e direção de Pedro Brício, o musical traz a trajetória polêmica do artista, um dos criadores da “estética da pilantragem”, que estourou nas paradas de sucesso nos anos 1960 e encarou uma dura decadência nos anos 1970, quando foi marcado como delator a serviço da ditadura militar. Quem interpreta o protagonista é o ator e cantor paulista Ícaro Silva, que participou de Rock in Rio – O Musical e Elis, A Musica.
  • Patrocínio da peça teatral "Visitando o Sr. Green": os atores Sergio Mamberti e Ricardo Gelli dividem o palco nesta comovente trama que se passa em Nova York. Um pequeno acidente de trânsito provoca a aproximação entre o sr. Green, um velho e solitário judeu ortodoxo, e Ross Gardner, um jovem executivo condenado a prestar serviço comunitário visitando o sr. Green uma vez por semana por seis meses. A originalidade das situações oferece ao público um espetáculo de alta qualidade e inesquecíveis atuações.

  • Patrocínio do musical "A Comédia das Maldades": a peça satiriza as maldades humanas passadas a limpo através da ótica irreverente de uma revista musical moderna. Com direção de Victor Garcia Peralta, a peça traz em seu elenco Érico Brás, Mariana Santos, Maria Bia, Rodrigo Fagundes e ainda Françoise Forton, atriz convidada.
  • Patrocínio do musical "Gilberto Gil, Aquele Abraço": o musical faz uma homenagem aos 50 anos de carreira de um dos maiores cantores da MPB, o baiano Gilberto Gil. Sem pretensões biográficas, a montagem fala sobre a trajetória de Gil ao longo das décadas.
  • Casa E-Basf: projeto inovador realizado pela Basf com a parceria de empresas que busca apresentar uma casa construída com produtos e técnicas construtivas mais sustentáveis. Participamos com a instalação de um elevador Schindler 5300, um equipamento que não agride o meio ambiente, garante economia em torno de 80% no consumo de energia, quando comparado aos sistemas convencionais, e dispensa o uso de óleos lubrificantes.
  • Livro "Os céus como fronteira - A verticalização no Brasil": pensando na falta de registros e em sua importância para o desenvolvimento das grandes cidades, a Atlas Schindler e a Editora Grifo, através da Lei Rouanet, reuniram narrativas inéditas, informações históricas, curiosidades e uma visão multifacetada do crescimento vertical de algumas das maiores cidades brasileiras. O livro passa por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e Brasília, cidades que abrigam os maiores arranha-céus do Brasil, e que têm sua construção diretamente ligada à uma das grandes invenções do século 19: o elevador.
  • Livro "A história do Vidro": a Atlas Schindler patrocinou esta obra que, ao longo de sua concepção, foi se delineando como um resumo de rara beleza sobre a história desse elemento presente num caleidoscópio de arte, beleza, requinte, encanto e constante presença em nossas vidas. O vidro está na saúde, como material bioativo; nas comunicações, através da fibra óptica; nos transportes; na arquitetura... sem dúvida estamos na Era do Vidro. A edição reúne belas imgens que contam uma linda história.

Conheça alguns projetos sociais apoiados pela Atlas Schindler, no último ano (clique aqui):

  • GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer): parceiros há mais de sete anos, a parceira em 2012, foi destinada para o Projeto de Expansão do Hospital.
  • Organização que Ensina, Organização que Aprende: programa de voluntariado desenvolvido na companhia desde 2002, permite a participação de centenas de colaboradores como voluntários e alunos em cursos de pintura em tela, violão, informática, idiomas, entre outros.
  • Hospital do Câncer de Barretos: investimos no Projeto de Amparo ao Idoso. O Projeto beneficia o cuidado ao idoso voltado ao diagnóstico e tratamento do câncer.
  • Casa do Menino Jesus de Praga: a instituição acolhe e presta assistência para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, com deficiências cerebrais e motoras permanentes.
  • Instituto César Cielo: apoiamos a unidade do Instituto em Londrina, que oferece iniciação ao treinamento em natação para crianças e adolescentes entre 6 e 12 anos.
  • Instituto Leonardo Murialdo Epesmel: desenvolve qualificação e aprendizagem profissional e ações de convivência e fortalecimento de vínculos, atendendo a 1.100 crianças e adolescentes
  • Instituto Anchieta Grajaú: oferece atividades que complementam a formação escolar regular. Atende 390 crianças e adolescentes, e presta assistência social a cerca de 2 mil famílias carentes.