Elevadores da Atlas Schindler garantem a mobilidade na nova passarela de Congonhas

05.03.2018

Com conceito de acessibilidade universal, estrutura conta com dois elevadores Schindler 3300 New Edition.

Informações para a imprensa:

Approach Comunicação

Cintia Beck  

cintia.beck@approach.com.br

(11) 3846-5787 - ramal 43 / 96329-3499

Beatriz Ces

beatriz.ces@approach.com.br

(11) 3846-5787 - ramal 40 

Comunicação Corporativa Atlas Schindler

Jacqueline Rempel

jacqueline.rempel@schindler.com

Flavio Silva, João Doria e Andre Inserra

A Atlas Schindler é a marca dos elevadores da passarela Comandante Rolim Amaro, inaugurada oficialmente na manhã da última sexta-feira (19/01), pelo prefeito João Doria. A obra, localizada na Avenida Washington Luís e que dá acesso ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, estava desde outubro de 2015 com estrutura provisória e foi reaberta em novembro de 2017.

A nova passarela foi revitalizada e modernizada a partir do conceito de acessibilidade universal, com a instalação de dois elevadores Schindler 3300 New Edition nos dois acessos, unindo modernidade, tecnologia e inovação em harmonia com o projeto original datado da década de 70. Os equipamentos cedidos pela empresa têm capacidade para transportar 11 pessoas (825 kg), velocidade de 1 m/s e painel de fundo panorâmico em vidro laminado.
Os elevadores da linha Schindler 3300 New Edition dispensam a construção da casa de máquinas e contribuem para a redução de custos na construção civil, valorizando o patrimônio da cidade.

“A presença de nossos equipamentos representa muito mais que garantir a mobilidade de milhares de pessoas que voltam a transitar pela passarela de forma segura e confortável. É a nossa contribuição para uma São Paulo cada vez mais acessível e amigável. Para a Atlas Schindler, participar desta inciativa determinante para o avanço do desenvolvimento da cidade, é a melhor forma de começar a celebrar, com orgulho e satisfação, nossos 100 anos de atuação no Brasil”, declara Flavio Silva, presidente da Atlas Schindler no Brasil.

A nova passarela é o resultado da parceria entre a Prefeitura de São Paulo, a Associação dos Amigos da Passarela (Aspa) e a contribuição expressiva de empresas privadas que deixam um novo legado para a cidade. Foram investidos R$ 6,7 milhões no projeto de autoria dos arquitetos Helena Camargo e Marcio Artigas.