04.05.2015

A Schindler promove inclusão de pessoas com Síndrome de Down

A Schindler promove inclusão de pessoas com Síndrome de Down

A Schindler em Portugal e Espanha uniu esforços com as associações Down Espanha e Associação Portuguesa de Portadores de Trissomia 21 (APPT21), duas entidades de referência no acompanhamento de pessoas com síndrome de Down, em Espanha e em Portugal respetivamente, com o objetivo de promover um conjunto de medidas de inserção laboral.

A iniciativa visa combater a escassez de oportunidades profissionais existentes entre este grupo da população em ambos os países. Em Espanha, a título de exemplo, em cerca de 23.300 pessoas com síndrome de Down em idade ativa, apenas 5% têm a oportunidade de demonstrar o seu talento. Um obstáculo ao desenvolvimento da autonomia destes jovens e à opção de seguirem por si próprios um projeto de vida.

Neste âmbito, cientes da importância de promover a sua integração no mercado de trabalho, a Schindler  e as associações Down Espanha e APPT21 em Portugal celebram este protocolo, através do qual será possível ajudar várias delegações ibéricas –, nomeadamente a ASPANRI (Sevilha); DOWN Zaragoza (Zaragoza); DOWN León-Amidown (León); ASINDOWN (Valência); e a Fundação Prodis (Madrid), assim como a APPT21 em Lisboa.

Em cada uma destas cidades, estes jovens irão desenvolver várias atividades na Schindler. Atualmente, concluída a primeira fase de formação, passam a fazer parte das equipas da multinacional com a um contrato laboral com a multinacional suíça, nos mesmos termos e condições que os restantes colaboradores. Ocupar-se-ão de funções administrativas e, sob a orientação de um monitor, vão desempenhar diferentes funções em vários departamentos. Estas funções serão variadas e adaptadas às necessidades específicas mediante as necessidades de cada delegação.

A integração destes jovens realiza-se no âmbito do programa “Emprego com Apoio”, através do qual se prevê o acompanhamento do monitor laboral que oferece ao colaborador com síndrome de Down todo o apoio necessário para a sua adaptação: desde a formação para o desenvolvimento de capacidades e tarefas ao seguimento e acompanhamento na empresa. À medida que o colaborador se for integrando, a monitorização vai sendo reduzida de forma gradual.

Esta iniciativa faz parte de um acordo de cooperação entre as três organizações, através do qual se comprometem a desenvolver ações para promover a inserção de pessoas com síndrome de Down na Península Ibérica. Um pacto assinado por José Fabián House, Presidente da Down Espanha, por Miguel Palha, Director Clínico da APPT21 em Portugal e por José Couto, Diretor de Recursos Humanos Schindler Iberia.

Ao abrigo da Convenção das Nações Unidas

Este compromisso de promover a inclusão de pessoas com síndrome de Down no local de trabalho nasce do compromisso Down de Espanha, APPT21 em Portugal e a Schindler com a Convenção Internacional sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência das Nações Unidas (ratificada pela Espanha em 2008), que no 27º artigo reconhece "o direito das pessoas com incapacidade de trabalho...em condições de igualdade com iguais às dos demais e, particularmente, na igualdade de oportunidades".

Esta não é a primeira vez que a Down Espanha e a Schindler em Espanha trabalham lada a lado na promoção da inclusão social de pessoas com síndrome de Down.  Ambas as entidades colaboram desde 2012 realizando ações de lazer, em diferentes cidades do país, nas quais os colaboradores da multinacional e as suas famílias partilham experiências culturais, como por exemplo passar uma manhã no cinema. Ações que para além de fomentarem a integração e a sensibilização na sociedade, podem também aumentar a atividade cultural e desenvolver as capacidades sociais de pessoas com síndrome de Down que nelas participam.